Segunda-feira, 18 de Outubro de 2010

LIDERANÇAS

A "coisa" está a ficar feia.

Há alguns dias o "SOL on line" noticiava:

"O ainda embaixador português na UNESCO Manuel Maria Carrilho afirmou hoje que, desde 2004, quando José Sócrates assumiu a liderança do PS, que no partido «não há nenhum debate sobre coisa nenhuma».

Na apresentação do seu livro E agora? Por uma Nova República, em Lisboa, o antigo ministro da Cultura defendeu que é preciso «credibilizar os partidos», o que só se faz se eles forem «laboratórios de ideias» e «antena da sociedade», considerando que tal não acontece no PS.

«No meu partido [PS] não há nenhum debate sobre coisa nenhuma, desde a actual liderança», acusou.

Na conferência de apresentação do livro, Carrilho diz que este é o momento de fazer «um inventário dos últimos anos», tecendo críticas também «ao deslumbramento do betão e agora da tecnologia»".

 

Perante isto não se avizinha cenário brilhante, e muito menos cor de rosa.

Mas também não é nada que surpreenda.

publicado por H. Dias Pedro hdp às 00:03

link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sábado, 31 de Outubro de 2009

CARRILHO

Notícia extraída do semanário SOL há coisa de mês e meio:

"Ao fim de cinco dias e cinco rondas de votação, a búlgara Irina Bokova foi eleita secretária-geral da UNESCO. A candidata não era a preferida do governo português, que deu instruções ao delegado luso Manuel Maria Carrilho para votar no ministro egípcio da Cultura, Faruq Hosni. Carrilho recusou a ordem.

Em causa estavam acusações de anti-semitismo. Hosni declarou no ano passado estar contra a publicação de livros israelitas no Egipto, sugerindo que as obras deviam ser «queimadas» e mantidas fora da Biblioteca de Alexandria.

O ministro egípcio fez ainda inúmeros discursos contra a «infiltração dos judeus nos meios de comunicação internacionais».

Face ao currículo duvidoso de Hosni, Carrilho recusou votar no candidato preferido de Portugal, e não participou na última votação, ganha por Bokova por 31 votos contra 27.

Durante o dia, o dirigente socialista Manuel Alegre instou Luís Amado a retirar o seu apoio a Hosni, algo que não chegou a acontecer."

Só tenho um comentário:

Carrilho poderá não ter grande jeito para a política.

Mas por este exemplo tenho de lhe creditar o direito à credibilidade e coerencia.

Os exemplos não são muitos.

 

publicado por H. Dias Pedro hdp às 00:03

link do post | comentar | favorito
 O que é? |

.Blog diário de Henrique Dias Pedro Outros Blogs a Visitar (Ver LINKS abaixo): CONCRETO E IMAGINÁRIO; REAL REPÚBLICA; BLOGS EM HIBERNAÇÃO: Fábulas: O TRIPÉ - FABULÁRIO; Espaço humorístico: TODOS AO BANHO;

.pesquisar

 

.links

.posts recentes

. LIDERANÇAS

. CARRILHO

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds